Área de Concentração

O Programa se organiza a partir de uma área de Concentração: 

  • Serviço Social, Trabalho e Diversidade Humana

Os conteúdos que constituem a área de concentração, expressos no trinômio Serviço Social, Trabalho e Diversidade Humana, não apenas condensam a perspectiva generalista da área, mas também qualificam o programa na centralidade do Serviço Social, como privilegiam o trabalho como categoria central para a compreensão da sociedade capitalista, em articulação com as análises iluminadas pela categoria diversidade humana. Assumindo como pressuposto o Trabalho como categoria fundamental para a compreensão do ser social e a centralidade do trabalho alienado no capitalismo, o desafio consiste em desenvolver pesquisas teóricas e empíricas capazes de desvelar as expressões da questão social, o que inclui as condições de vida da classe trabalhadora e os processos de trabalho que incorporam o trabalho de assistentes sociais. Nessa perspectiva, conhecer as expressões da questão social, na história passada e contemporânea, significa aprofundar as análises das inúmeras dimensões imanentes à diversidade humana e inerentes às desigualdades sociais no capitalismo. No caso, mais especificamente as desigualdades relacionadas às opressões e discriminações de gênero e de sexualidades e às associadas aos pertencimentos étnico-raciais e geracionais. Nesses termos, os pressupostos assumidos, sustentados nos fundamentos da teoria social, permitem o desenvolvimento de análises críticas teóricas e ontológicas na busca por ultrapassar a fenomenalidade da vida social. E essas análises, por sua vez, conformam as possibilidades de desvelamento do próprio significado social da profissão, o que propicia a sustentação à ação profissional por contemplarem possibilidades e limites inscritos na ordem sócio-histórica.